sexta-feira, 27 de abril de 2012

Sinto falta...

Sinto falta do cheiro que deixa em meus lençóis.
Sinto falta da sua cara de sono quando acorda e do abraço apertado para eu não levantar.
Sinto falta do beijo sonolento antes de dormir e das mãos afoitas ao acordar.

Sinto falto do seu sorriso.
Sinto falta da sua voz.
Sinto falta das cocegas que me deixam sem ar.

Sinto falta dos resmungos
Sinto falta dos murmúrios

E o que mais sinto falta é de não sentir falta
É ser completa. Só com você

Um comentário:

Bruno Grandolpho disse...

eu gostei! apesar de falar de algo que aperta o coração (sentir falta), fala de uma maneira tão leve e gostosa, que a sensação que deveria ser ruim, é boa! adorei isso! parabéns!!!