segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Minhas férias...

Nessas férias eu me comprometi a ler coisas fúteis e legais. E é exatamente oq ando fazendo desde que me libertei de aulas e trabalhos.

Para me ajudar nessa empreitada, nos amigos secretos que participei no fim do ano, pedi (entre outras coisas) livros. Em 2 deles fui contemplada, me proporcionando horas de agradavel leitura. Pois bem, falarei dos livros por ordem em q os li:

1º A Menina que Roubava Livros - Markus Zusak

"Com absoluta sinceridade, tento ser otimista a respeito de todo esse assunto, embora a maioria das pessoas sinta-se impedida de acreditar em mim, sejam quais forem meus protesto. Por favor, confie em mim. Decididamente, eu sei ser animada, sei ser amável. Agradável. Afável. E esses são apenas os As. Só não me peça para ser simpática. Simpatia não tem nada a ver comigo."

Sou obrigada a comentar a capa desse livro, daqueles que da vontade de ler só por ela. Só há 3 cores (branco, preto e vermelho), bem simples mas de uma beleza sem tamanho. Me apaixonei por esse livro pela capa. Assumo minha total superficialidade. rs*
Mas, não é só a capa. A história é linda. Conta a infancia de uma menina, não judia, na segunda guerra mundial. O que é um ponto de vista diferente, já que a maior parte de livros/filmes exploram o prisma dos judeus ou dos americanos. Uma outra surpresa é quem narra. E da forma que narra.
O tema é explorado de uma forma quase poetica, visualmente encantadora e ao mesmo tempo densa.
Não vou falar mais p/ não me empolgar e estragar a surpresa. rs*
Mas confie em mim: É de ler com a caixa de lenços do lado.

2º Crepúsculo - Stephenie Meyer

"De três coisas estava convicta. Primeira, Edward era um vampiro. Segunda, havia uma parte dele - e eu não sabia que poder essa parte teria - que tinha sede do meu sangue. E terceira, eu estava incondicional e irrevogavelmente apaixonada por ele"

Outro livro de capa bonita. Na verdade toda a série me encantou pela capa. Todas as 4 são lindas lindas.
E sim, me rendi ao charme de Edward e sua voz sedutora.
Mas apesar de ainda estar inebriada por seu halito doce, nesse falta a originalidade. A historia meio cliche, um Romeu e Julieta com personagem mitologico (q jogou por terra tudo que eu conhecia sobre vampiros), mas apesar dos defeitos *suspira* é uma linda historia de amor. Melada ate não poder mais. Dakelas q é necessario aplicar insulina a cada capitulo. Mas é linda.
Linda de suspirar
Linda de não conseguir para de ler
Linda de se apaixonar pelo mundo inteiro em um dia
Linda por ser facil de imaginar
Linda por ser impossivel.

Mas ainda acho o Mr. Darcy ainda mais perfeito que o Edward. rs*

Como é de se perceber, recomendo os dois livros.
Cada um tem a sua beleza.
Cada um tem a seu charme
Cada um merece ser lido. Mesmo que seja apenas uma vez.

Bem, é isso.
Bjos e boa leitura em 2009

4 comentários:

Livs disse...

Ok, vamos deixar o msn de lado e comentar por aqui mesmo...
Não li o primeiro livro, mas está na minha lista!!!
Quanto ao Crepúsculo... *suspiros*
Eu quero aquele vampiro pra mim! Pra mim ele superou o Louis, mas o amor da minha vida sempre será o Mr Darcy! Cuja autora inclusive inspirou a Stephenie Meyer. Orgulho e Preconceito só não foi relido pela Bella porque ela tinha lido há pouco tempo!

Marcelo Fabri disse...

As fotos ficaram ótimas.

Eu detesto best sellers, assim como o natal. Mas você também me inspirou a ler alguns. Devo começar por outros: Sex and the city, Bridget Jones e cia e, quem sabe, Marley e eu...heheheeh...mas não conte pra ninguém.
Eu também tive a mesma idéia de ler coisas à toa. Mas como colecionei coisas do século 19 (Gorki, Dostoiévski, Maupassant, Zola, etc) e ainda não li, começarei pro elas. Diria que são leituras meio pesadas, mas não menos prazerosas.
Gostei de ler suas impressões sobre os livros. Faça isso mais vezes.

Marcelo

nelson chanquini disse...

Apesar de existir uma lista de “muitos” livros que quero ler, um dia lerei suas indicações, mesmo sendo avesso aos campeões de vendas.
Comecei a ler “O Ateneu”, de Raul Pompéia, escritor realista, mesma linha do nosso bom e velho Machadão. Livro difícil de ler, para entendê-lo e preciso estar com o Aurélio do lado, mas, sem dúvidas, vale o aprendizado.

“A menina que roubava livros” muito me interessa; como disse você: é uma ótica diferente das outras produções que também abordam este mesmo tema.

Obrigado pelas indicações e, um conselho de amigo, leia sempre.

Nelson

Tábata disse...

Também adoro capas de livros!!!
Algumas vezes vou as livrarias só pra ficar admirando, confesso que a capa de "A MANINA QUE ROUBAVA LIVROS" é linda demais...


PS: Na minha opinião Mr. Darcy é insuperável!!!!